Adriano Gilberti

Escritor / Cineasta / Ator

 

Um pouco sobre mim

Livros, teatro, animações, cinema... um dia, não faz muito tempo, cheguei a conclusão que, apesar dos títulos que carrego, não sou ator, nem cineasta e nem dramaturgo. Á parte as designações que a sociedade nos cobra, sinto que no fundo sou um contador de histórias. Me encanta contar histórias. Por isso acredito que o meio para se chegar a elas pode ser tão rico quanto o próprio fim que me levou a querer contar algo. Me fascina os textos, me cativa a dinâmica do teatro e tenho verdadeira admiração pela forma como contamos uma história através da sétima arte. Mas sempre com o objetivo claro de variar, ou melhor dizendo, pincelar a forma ideal para que uma história ganhe vida. Talvez, numa pesquisa curiosa, você, caro internauta, verá meu nome veiculado a vários tipos de artes. Não me tome como pessoa indecisa ou perdida em múltiplos propósitos. Na verdade, sou um contador convicto de toda boa história que mereça e deva ser contada.

Workspace
 

Necas de Pitibiriba

20 de dezembro de 2018

Quando o experiente jornalista Lorenzo Marçal perde a credibilidade depois de forçado a desistir de uma matéria que incriminaria uma importante figura pública, o encontro com Necas de Pitibiriba, surge de forma despretensiosa e simples, e, embora tal encontro pareça algo corriqueiro, na verdade, desencadeará uma sucessão de acontecimentos que irão revelar profundos ensinamentos numa trama cheia de mistérios e investigações.
Que segredos um simples senhor sentado em um bando de uma estação de trem abandonada pode guardar? 
Esta pergunta, levada a cabo por nosso jornalista será revelada apenas aos corajosos que acompanharem Lorenzo nessa busca incessante pela verdade.

 

"Bem-vindo ao mundo das pessoas que sentem. Esse é o preço pela humanidade. Amar com os poros. Amar com os alvéolos. Amar como se fosse placebo. Sem esperar uma cura que aplaque o peito doído. O amor é a cura. "

Necas

 

Cartas para Palavra

03 de março de 2015

Quanto tempo dura um amor? Os mais realistas dizem que o tempo de duas almas é proporcional a vontade de fazer funcionar um relacionamento. Os românticos reclamam a eternidade para um verdadeiro amor. Mas ninguém discute a certeza de que, na disposição de amar, o homem encontra seu sentimento mais sublime. E nem os anos envelhecidos por inúmeras décadas conseguem apagar algo que tenha surgido pela beleza de duas pessoas que vivenciaram este amor.
Quase um século depois que Miguel e Priscila se conheceram, o sentimento se transforma em um conjunto de dados, para virar algo que chamamos de história, e assim, curioso ponto de interesse de estudiosos. E mesmo que duas pessoas comuns e anônimas possam ganhar o curioso destino de uma referência histórica, ainda sim, serão apenas um homem e uma mulher buscando apaixonadamente fazer valer o seu direito de amar.

 

"Colocando-me aos seus serviços me posto solene com todas as letras armazenadas em minha destra titubeante. Tenho as mãos afetadas pela ferrugem dos sofrimentos, os músculos atrofiados e abobados por não mais deslizarem o lápis no papel ansioso. Ao tempo que sinto-me contido, sei que por dentro, tenho todas as palavras do mundo esperando o efeito da semente."

Miguel de Cervani

 

Longas, curtas e webséries

Aqui você encontrará alguns de meus trabalhos no audiovisual. Seja como ator, produtor, roteirista ou diretor. Vale a pena conferir. Boas histórias com obras que rodaram festivais nacionais e internacionais. 

Writing on Tablet
 

Entre em contato

+525580964321   WhatsApp

©2019 by Adriano Gilberti. Proudly created with Wix.com